Como pintar sua moto. NOTA texto copiado de Henrique lourenço.

COLOQUEI ESSE TEXTO AQUI NO BLOG COM O INTUITO DE DIVULGAR ESSA EXPERIENCIA DO AUTOR SEM INTENÇÕES BANAIS.

Passos:

- Lixe a peça para quebrar o verniz ou tirar toda a tinta

- Se a peça tiver arranhões fundos lixe até eles sumirem. Se for exageradamente fundo lixe e passe massa plástica.

- Com a pistola, passe o fundo (cinza) bem diluído com thinner. 1 ou duas demãos. Limpe a pistola com thinner.

- Espere secar e lixe. Mas lixe mesmo. Até ficar completamente liso. Comece com lixa 600 e acabe com 1500.

- Depois descansar os braços prepare a peça para receber a tinta, ela não pode estar molhada nem ter resquício nenhum de óleo. Até o óleo das mãos atrapalham.
- 1ª demão de tinta: Com o leque devidamente regulado, nem tão longe nem tão perto da peça aplique a tinta. Somente uma empoeirada onde ainda seja possível perceber a cor acinzentada do fundo.

- 2ª demão de tinta: Depois de uns30 minutos com a tinta meio seca aplique outra demão. Dê outra empoeirada. Pode até carregar um pouco mais, porém não é recomendado, se a tinta escorrer volte para o primeiro ítem.

- 3ª demão de tinta: Depois de 30 minutos passe a 3ª demão, nesta você cobrirá tudo e deixará lindo para receber o verniz. Limpe a pistola com thinner.

- O verniz é muito chato. Mas é o que vai proteger a pintura e dar o brilho. As peças não poderão estar completamente secas senão o verniz racha com o tempo, mas com a tinta sem cura fica muito fácil de escorrer e tudo ir por verniz a baixo.

- 1ª demão de verniz: Somente dê uma empoeirada. Uma passada rápida em cada parte da peça. O verniz é traiçoeiro, ele é transparente e você só percebe que ele está na peça quando ele começa a brilhar, se chegar neste ponto logo na primeira demão, alguma parte já escorreu.

- 2ª demão de verniz: Depois de 30 minutos, com o mesmo cuidado, somente dê outra empoeirada. Não se esqueça dos cantos e arestas.

- 3ª demão de verniz: Espere mais ou menos 1 hora para aplicar a 3ª demão. É nesta demão que você dará o brilho. Mas tome cuidado, mesmo com as outras demãos mais secas, o verniz amolece tudo de novo e se mistura. E se escorrer, torça para que seja somente verniz. Uma boa lixada resolve o problema.


Em motos, o serviço costuma acabar por aqui, mas se acontecer de cair alguma poeira, mosquito, areia, verniz escorrido ou poroso siga os passos restantes:

- Depois de muitos dias (quanto mais melhor) pegue a lixa 1500 e trabalhe. Vai tirar os escorridos, as poeiras e o efeito casca de laranja. Vai deixar tudo lisinho.

- Com massa e uma máquina de polir faça o serviço final. Nas motos, as carenagens são cheias de vincos, cavas, curvas e fica difícil fazer tudo sem acabar zoando alguma parte. É preciso prática.


Cuidados

- Trabalhar em local fechado. Pode pendurar plásticos de box de banheiro, do teto até 1/2 metro do chão.

- Pouca pressão no compressor vai fazer a pistola espirar pingos grossos. Assim como má diluição e má regulagem do leque.

- Menos demãos que o especificado pode deixar o serviço prejudicado.

- Não economize no catalizador, principalmente no verniz. Verniz muito mole arranha fácil e não protege nada.

- Prenda as peças num gancho e cuidado com as impressões digitais.

- Paciência é o segredo mais precioso deste serviço.

Quando acabar vai perceber que os 500 reais que um pintor/funileiro havia cobrado pelo serviço é pouco. Mas que é muito gostoso, é.

5 comentários:

  1. E cadê a aplicacao dos adesivos?

    ResponderExcluir
  2. Como faço com os adesivos??? coloco antes ou depois do verniz???

    ResponderExcluir
  3. Onde eu compro os matérias como pistola compressor e outros

    ResponderExcluir
  4. Como faço para preparar uma tinta Para pintar uma moto

    ResponderExcluir